PUBLICIDADE
Quarta-feira, 23 de Julho de 2014

JAÚ | Política | 28/02/2012

Frei Galvão contempla baixa renda em Jaú

Ampliar
Fotos: (Tuca Melges)

A Prefeitura de Jaú assinou, na manhã de ontem, contrato com a Caixa Econômica Federal para a construção de 777 casas, que farão parte do Residencial Frei Galvão. A obra pertence ao programa Minha Casa, Minha Vida e beneficia famílias com renda mensal de até três salários mínimos.
As moradias fazem parte da primeira fase do Residencial Frei Galvão, que, ao todo, terá 1.250 imóveis. A realização das obras será feita pela Construtora Marimbondo e o loteamento está a cargo da Frei Comércio de Imóveis.
O valor do documento é de R$ 44,2 milhões e o prazo de conclusão das obras é de 12 meses. A Prefeitura vai contribuir com R$ 1,2 milhão, que serão usados para a infraestrutura do local, como pavimentação, iluminação, esgoto e água.
Na reunião para assinatura do contrato, estiveram presentes o prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV), a primeira-dama Caroline Franceschi (DEM), o presidente da Câmara, Carlos Alberto Magon (PV), vereadores e parte do secretariado. Também estavam os representantes da Caixa Econômica Federal e das empresas responsáveis pelas obras.
O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Geraldo Luiz Machado de Oliveira, comenta que o objetivo é possibilitar a compra de casa própria a famílias de baixa renda.
“As parcelas serão de aproximadamente 10% da renda familiar. A média é de que as famílias paguem de 50 a 160 reais por dez anos. O objetivo é fazer que todas as pessoas, independentemente do salário, tenham condição de ter uma casa própria”, afirma Oliveira.
A seleção da demanda por moradias ocorre por meio de cadastro, que foi feito pela Prefeitura em 2009. Segundo o prefeito Osvaldo Franceschi Junior (PV), aproximadamente 5 mil famílias necessitam do benefício e serão selecionadas com sorteio.

Sem comprovação

Franceschi Junior relata que as obras terão início em breve, para que, até o fim do mandato, as 777 casas estejam em fase final. “É um dos maiores empreendimentos na cidade, pois beneficiaremos pessoas de baixa renda. As famílias não precisarão comprovar salário, queremos que todos tenham casa própria”, declara.
“São poucas as cidades que têm condomínios para pessoas com renda de zero a três salários mínimos, e Jaú é uma delas. Normalmente os empresários preferem investir nos empreendimentos para famílias de três a seis salários”, ressalta o prefeito.
O secretário de Habitação de Jaú, Cristiano Madela, diz que o Residencial Frei Galvão é uma grande conquista para o Município. “Na região tem escola, acessibilidade, cultura. É um trabalho das secretarias, que proporcionará estabilidade a muitas famílias.”

Pendências

Conforme o Comércio publicou no último dia 18 de fevereiro, três anos após a Prefeitura de Jaú iniciar os contatos com o governo federal para receber imóveis do programa Minha Casa Minha Vida, apenas 23,34% dos 2.484 imóveis solicitados, em projetos do Município e de empresas particulares, foram concluídos e estão habitados.
A maioria das solicitações continua em tramitação. Apenas o Residencial Bela Vista, que tem 584 unidades, foi completamente entregue. (Flaviana de Freitas)


Galeria de imagens: (Clique para ampliar)
Ampliar


Avaliar a notícia:  
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Enquete

O que você acha da volta de Dunga para a seleção brasileira?




PUBLICIDADE
Charge do Dia
Charge do dia

Desenvolvido por Estratégia1

Rua Marechal Bittencourt, 935 Centro - Jaú/SP - CEP 17202-160 Fone: (14) 2104-2100 Fax: (14) 2104-2107