...
PUBLICIDADE
04/10/2012

Novela "Balacobaco" estreia hoje na Record

  
A atriz Juliana Silveira será a protagonista de "Balacobaco", nova novela da Record Divulgação

Após as densas e violentas Vidas em Jogo (2011) e Máscaras (2012), a Record aposta suas fichas em Balacobaco, uma novela colorida, com vários núcleos de comédia e temperada com uma história de amor. “A trama mistura vários gêneros. Tem vilania, romance... Está bem balanceado’’, garante Gisele Joras, autora da novela, que estreia hoje.

 Na trama, Juliana Silveira vive Isabel, uma arquiteta que, ao ser enganada por seu marido, precisa recomeçar do zero, tanto a vida pessoal quanto a carreira. “Ela descobre que o seu príncipe encantado não é nada daquilo que pensava’’, afirma a atriz Juliana Silveira.

 Ela ainda vai ter de cuidar de Taís (Letícia Medina), filha adolescente de sua irmã, que morre em um acidente com uma lancha. E, para agravar a situação, ela vai tentar ajudar a garota a encontrar seu pai biológico. A confusão vai começar quando Isabel se apaixonar por Eduardo (Victor Pecoraro), sem saber que é ele o pai da garota – o que nem mesmo ele sabe.

 Diferentemente das vilãs de Avenida Brasil (Globo) e Vidas em Jogo, as de Balacobaco vão explorar bastante o humor. Vividas por Roberta Gualda e Bárbara Borges, respectivamente, as gêmeas Dóris e Diva planejarão diferentes e divertidas armações para atrapalhar os sonhos da mocinha.

Audiência

Balacobaco estreia em um momento delicado quando o assunto é a audiência das produções de dramaturgia da Record.

 A novela antecessora, Máscaras, chegou ao fim com aproximadamente seis pontos de audiência, apesar de toda a expectativa gerada por Lauro César Muniz, autor da trama.

Questionada se sente alguma pressão para dar resultado na audiência, Gisele Joras, autora de Balacobaco, desconversa. “Não sei o que aconteceu em Vidas em Jogo ou em Máscaras. Durante esse período, estive estudando em Londres’’, afirma. As últimas novelas da Record no horário, Vidas em Jogo (2011), Ribeirão do Tempo (2010) e Poder Paralelo (2009), terminaram com médias de 12, 11 e 11 pontos, respectivamente.

 A outra novela da emissora, Rebelde, chegará ao fim no próximo dia 12, também em baixa. Após uma primeira temporada de sucesso, com índices no Ibope superiores a dez pontos, o folhetim viu suas médias caírem, principalmente por conta da concorrência de Carrossel, do SBT. (Folhapress)

 COMENTÁRIOS