...
PUBLICIDADE
João Guilherme D"Arcadia 26/02/2015

Nota 980 na redação, estudante da Industrial chega à faculdade

  
Laís Galante fala sobre rotina de estudos e importância da leitura

Aluna do terceiro ano do ensino médio na Escola Técnica Estadual (Etec) Joaquim Ferreira do Amaral (Industrial), Laís Galante, 17 anos, está prestes a iniciar as aulas na Universidade Federal de São Carlos (Ufscar). Ela obteve a nota 980 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e se prepara para cursar biotecnologia.

A estudante que obteve desempenho muito próximo da nota máxima conta que sempre gostou de ler – e por isso, consequentemente, de escrever. Embora a profissão escolhida não tenha relação imediata com a produção textual, ela acredita que sua capacidade pode lhe ajudar na carreira.

A redação do Enem do ano passado abordou a publicidade infantil. De acordo com Laís, o ideal é assumir posições. “O preparo inclui ler muito e, no texto, escolher um lado”, recomenda. Quando fez o exame, a estudante apontou alguns dos malefícios das propagandas dirigidas a crianças.

Para aprimorar o vocabulário, a aluna sugere a leitura de clássicos da literatura que exercitam a variedade da língua portuguesa, como os livros de Machado de Assis. “É possível, em vez de usar exagerado, escrever exacerbado, por exemplo. Isso demonstra maior riqueza vocabular.”

Matemática

Aluno da Industrial também registrou bom desempenho em matemática. Gilian Manoel dos Santos, 18 anos, obteve por três anos consecutivos as medalhas de prata e de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas). Ele pretende cursar engenharia aeronáutica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos.

“Eu sempre gostei dos números e, desde o 6º ano, ganho certificados de participação em olimpíadas”, relata o aluno.

 COMENTÁRIOS