...
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
João Guilherme D´Arcadia 19/06/2017

Merenda escolar volta à pauta da Câmara de Jaú

Começa a tramitar projeto que proíbe fabricação, venda e queima de fogos de estampido


PUBLICIDADE

Os vereadores João Pacheco (PSDB) e Maurílio Moretti (PEN) apresentam nesta segunda-feira (19) requerimento que questiona a licitação da merenda escolar. Os legisladores querem saber se houve a suspensão de lotes da concorrência.
A Secretaria de Economia e Finanças suspendeu dois lotes do certame, depois de homologar outras “partes” da licitação, que incluem a compra de carnes, enlatados, estocáveis e hortifrúti. O impasse na alimentação escolar em Jaú motivou investigação no Ministério Público Federal (MPF).
Na Ordem do Dia, os vereadores fazem a segunda votação do projeto que disciplina a poda de árvores, de autoria de José Aparecido Segura Ruiz (PTB). Pela lei, o cidadão deverá repor uma espécie antes de requerer a supressão da planta. 
Projeto de Moretti obriga shoppings, agências bancárias e outros estabelecimentos a disponibilizar cadeiras para obesos.
Começa a tramitar nesta segunda projeto de Guto Machado (PHS), que proíbe fabricação, venda e queima de fogos de estampido (barulho).

 COMENTÁRIOS