...
PUBLICIDADE
13/06/2018

30 mil pães serão distribuídos em paróquia

  
Paróquia de Santo Antônio celebra o padroeiro com missas e procissão Fotos: Laura Agostinho

A Paróquia Santo Antônio realiza hoje missas em seis horários ao longo de todo o dia em comemoração ao dia do santo padroeiro, celebrado hoje. As celebrações iniciam às 6h, com a bênção do bolo de 60 metros. Após a missa, a paróquia inicia a distribuição dos pães bentos.
O padre Armando Rodolfo Valencise informa que haverá ainda celebrações às 9h, às 12h e às 15h, com momento de unção dos enfermos. À noite, às 19h, haverá procissão pelas ruas do bairro junto ao bispo auxiliar da Diocese de São Carlos, dom Eduardo Malaspina, e, ao final, a última missa do dia. “Caso esteja chovendo, não será realizada a procissão e a celebração começa às 19h”, explica Valencise. 
O pároco afirmou que aguarda a visita de 10 mil devotos e estima que sejam distribuídos cerca de 30 mil pães. A capela guarda, bem ao centro, a mandíbula do santo, considerada relíquia de primeiro grau, por se tratar de parte do corpo, e uma das mais raras do mundo.
Haverá bênção dos pães em todos os horários de missa e a distribuição gratuitamente, com limite de três por pessoa. O bolo de Santo Antônio será comercializado a R$ 4 o pedaço ou R$ 10 três pedaços. “Quem precisar levar mais pães, nós pedimos para que leve. Serão abençoados durante a missa ou poderá deixar no local e pega os já benzidos. Assim, fazemos a partilha e será possível dar para todos”, comenta. Segundo a tradição católica, o alimento deve ser colocado junto a outros para que nunca falte comida na residência.
Após a missa, haverá a quermesse tradicional da paróquia, com apresentação da banda Barulinho Bom, às 20h30. A festa conta com barracas de comidas e bebidas e segue até domingo, quando a apresentação de quadrilha encerra o evento.

Promessa

O empresário Roberto Aguera Oliver, 77 anos, faz distribuição de pães em sua residência, situada na Rua Cônego Anselmo Walvenkens, 159, no Centro da cidade. De acordo com o empresário, a distribuição ocorre há pelo menos 70 anos, quando sua mãe fez promessa. “Eu nasci muito raquítico e minha mãe prometeu que subiria comigo na balança e reverteria o peso em farinha para confeccionar os pães”, lembra.
Oliver ressalta que neste ano, além dos 5 mil pães que encomendou, recebeu doação de mais 500 de médico de São Paulo que se sensibilizou com a história. A distribuição será feita a partir das 10h. (EC)

Galeria de imagens:(Clique para ampliar)

 COMENTÁRIOS