...
PUBLICIDADE
14/06/2018

Estilo do quarto deve acompanhar fase de crescimento da criança

  
Para o quarto do bebê, o ideal é pensar a partir de um tema ou cor Divulgação

O quarto é cômodo mais íntimo de uma casa. Além de oferecer conforto, deve refletir a personalidade de quem o ocupa.
Diferentemente dos adultos, que já têm sua personalidade formada, é mais difícil montar um quarto que agrade a transição do bebê até a adolescência, sendo preciso mudar detalhes para se adequar a cada fase.
Para quem tem criatividade, não é necessária uma reforma completa, pois apenas mudando alguns aspectos o quarto já ganha novos ares.
O passo mais importante é separar a necessidade do desejo, para manter a funcionalidade e tudo dentro do orçamento disponível. Avalie o cômodo, quais mudanças são realmente necessárias e se é possível trocar apenas alguns objetos de decoração para inovar.
Para o quarto do bebê, o ideal é pensar a partir de um tema ou cor. Invista em texturas, como papel de parede, e detalhes na pintura como uma parede de cor diferente ou uma faixa que percorre todo o quarto. Adicione uma peça com toque pessoal, algo que você mesmo fez ou que está há tempos na família. Isso garante exclusividade e ainda mais intimidade.
Quando maiores, crianças já desenvolvem os gostos próprios, então as alteração devem respeitar seus gostos, mas sempre procurando o equilíbrio. Aposte nos temas favoritos da criança, de algum desenho ou personagem, para colocar papel de parede, quadros ou bonecos. 
Já no quarto teen, é preciso dar ainda mais atenção às opiniões, o ideal é investir em tons sóbrios e deixar o adolescente mais à vontade para decorar com quadros, pôsteres, almofadas, entre outros objetos. (Da redação)

 COMENTÁRIOS