...
PUBLICIDADE
07/07/2018

Sta. Casa de Bariri propõe parcelar rescisão

  
Edna Alves conversa com funcionários que foram demitidos Divulgação

Em reunião realizada na quinta-feira, a direção da Santa Casa de Bariri propôs o parcelamento da rescisão dos 20 funcionários que foram demitidos da instituição. As informações são do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Jaú e Região (Sindsaúde).
Segundo a entidade, a organização Vitale, que administra o hospital propôs que o parcelamento ocorra em até 15 vezes, em função da falta de recursos para honrar o compromisso.
“Em alguns casos serão 15 meses para quitar o que tem de ser pago à vista”, diz a presidente Edna Alves, por meio da assessoria de imprensa. O hospital teria se comprometido a liberar os 40% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e a documentação para que os ex-funcionários deem entrada no seguro-desemprego. A proposta será analisada pelos trabalhadores, que de imediato recusaram a oferta da administradora do hospital. (JGD)

 COMENTÁRIOS