...
PUBLICIDADE
11/07/2018

Após 18 dias, treinador e últimos quatro garotos deixam caverna

  

Depois de 18 dias de tensão, o anúncio que o mundo esperava aconteceu às 18h47 do horário local (8h47 em Brasília) de ontem: todos os 12 meninos e seu treinador que estavam presos em uma caverna no interior da Tailândia foram resgatados em segurança. “Os 12 Wild Boars (nome do time de futebol dos garotos) e seu técnico já deixaram a caverna e estão a salvo. Hooyah!” escreveu nas redes sociais a unidade SEAL da Marinha tailandesa. “Nós não temos certeza se isso foi um milagre, a ciência ou outra coisa”, completou.
Os oito primeiros garotos haviam sido retirados no domingo e segunda-feira, e a operação de ontem era considerada a mais arriscada porque envolvia os meninos menores e que estavam mais fracos, além do treinador, que tem 25 anos. A operação de resgate recomeçou às 10h08 do horário local (0h08 de Brasília) com a participação de 19 mergulhadores – ao todo, mil militares tailandeses participaram do resgate. “Estou tão feliz que nem consigo agradecer a todos que participaram”, disse Narongsak Osatanakorn, responsável por comandar o resgate.
Os 12 meninos e o treinador estavam explorando as cavernas de Tham Luang Nang Non em 23 de junho e ficaram presos quando o local alagou devido a chuvas. Eles foram localizados dez dias depois. Agora que o resgate terminou, a caverna deve ser fechada para ter a segurança reforçada e depois será reaberta ao turismo. (Folhapress)

 COMENTÁRIOS