...
PUBLICIDADE
10/08/2018

Pan-Pacífico: veterano é bronze no 1º dia

  
O nadador João Gomes Júnior tem 32 anos Divulgação/CBDA

A natação brasileira foi ao Pan-Pacífico, no Japão, com uma equipe bastante renovada, oito anos mais jovem do que aquela que esteve no Mundial do ano passado. Mas o melhor resultado no primeiro dos quatro dias de competição em Tóquio veio exatamente com o mais veterano da equipe: João Luiz Gomes Júnior, de 32 anos, que faturou o bronze nos 100m peito.
O resultado, porém, não deixa sensação de otimismo para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Principal evento da temporada para o Brasil, o Pan-Pac reúne também os melhores nadadores de EUA, Japão, China, Austrália e Canadá, além de países menos tradicionais, como a Argentina. Trata-se de metade da elite mundial. O restante está terminando de disputar o Campeonato Europeu, em Berlim, na Alemanha.
Assim, é importante uma análise em perspectiva considerando esses dois eventos. No Pan-Pacífico, João faturou o bronze com 59s60, atrás do japonês Koseki (59s08) e do australiano Packard (59s20). Na Europa, o britânico Adam Peaty bateu o recorde mundial (57s10) e foi seguido do também britânico James Wilby (58s64) e dos russos Anton Chupkov (59s06) e Kirill Prigoda (59s20).
Ou seja: hoje, o sexto melhor do mundo nada os 100m peito em 59s20. No ano passado, João chegou perto disso, com 59s24 na eliminatória do Mundial, mas não repetiu o tempo na semifinal. Mesmo assim, essa marca não serviria nem para tê-lo levado à final. (Folhapress)

 COMENTÁRIOS