...
PUBLICIDADE
07/10/2018

Oktoberfest Blumenau vai até dia 21

  
Programação contempla shows de bandas e de danças típicas, gastronomia e, claro, cerveja! Divulgação

A mais tradicional festa da cultura alemã no Brasil e a segunda maior do mundo começou dia 3 vai até o dia 21 de outubro. Em sua 35ª edição, a Oktoberfest Blumenau, em Santa Catarina, reúne shows de bandas e de danças típicas, gastronomia variada, opções de diversão em família e, claro, cervejas.

Segundo Ricardo Stodieck, presidente do Parque Vila Germânica e secretário de turismo e lazer de Blumenau, a festa promete superar a de 2017. “Passamos a ter igual cuidado com todos os elementos: a decoração, o repertório das bandas, o cardápio. E ampliamos opções de cerveja.”

Ao todo, são mais de 20 estilos da bebida. Também há 67 bandas escaladas para animar o público. A expectativa da organização é ultrapassar a marca das 568 mil pessoas presentes em 2017.

“Nossas doses de chope são de 400 ml. E há 18 pontos de venda da bebida”, adianta Stodieck. “Esta edição tem, ainda, três bandas alemãs: a Rotzloefll, a Trachtenkapelle Hesslar e a VoXXclub, que faz muito sucesso na Europa e mistura a música germânica com pop e rock.”

Muita gente já vem se preparando para conferir a 35ª edição da Oktoberfest. Um exemplo é o programador paulistano Paulo Henrique Martins, 32 anos. Ele já foi três vezes à festa. “Na de Munique, na Alemanha, já fui cinco vezes! O tamanho é a principal diferença: a daqui é grande, mas a alemã é gigantesca.”

Ainda comparando as duas festas, ele garante: “Tanto aqui quanto lá, o clima é surpreendentemente familiar, principalmente de tarde. É possível encontrar famílias passeando e crianças e idosos aproveitando pratos típicos, guloseimas e atrações”.

Casarões

Nem só de Oktoberfest vive a cidade de Blumenau. Um dos mais tradicionais municípios de Santa Catarina, o lugar tem 168 anos e muitos cartões-postais para conhecer, como casarões históricos, bons restaurantes e até um circuito de compras.

Ao passear pelas ruas, o visitante logo é surpreendido por edificações alemãs ao estilo enxaimel (técnica milenar de construção com estacas) na área central - que mostram a beleza da arquitetura alemã. Há ainda fábricas de cristais e de roupas com preços convidativos.

Já o Museu da Cerveja retrata a história da bebida e seu processo de fabricação. Ele ambienta um maquinário antigo que já foi utilizado para a produção do líquido. Blumenau também é uma referência em gastronomia. Pratos como o marreco recheado com purê de maçã e o joelho e a costeleta de porco são iguarias servidas em diversos restaurantes. Sem contar os salsichões. (FOLHAPRESS)

 COMENTÁRIOS