...
PUBLICIDADE
ESTELA CAPRA 08/11/2018

Empresas fazem ações para consumidor limpar o nome

Renegociação é oportunidade do cliente reestabelecer o crédito e voltar a realizar compras parceladas

  
Campanhas são oportunidades para cliente limpar nome e poder comprar para o Natal Fotos: Marcos Santos/USP Imagens e Laís Monteiro

A Black Friday, evento fixado na quarta sexta-feira de novembro, se aproxima e é oportunidade para os consumidores que desejam comprar itens para casa, pessoais ou até adquirir pacotes de viagens com bons descontos. Além dos possíveis gastos com a data, há as despesas relacionadas com as festas de final de ano, como alimentos e presentes.
Para que o consumidor possa aproveitar os eventos e consiga comprar o que necessita sem preocupação é necessário se atentar ao crédito.
Com o intuito de auxiliar os clientes que possuem dívidas e estão com nome negativado, o Serasa Consumidor realiza até dia 1º de dezembro a 22ª edição do Feirão Limpa Nome. A renegociação pode ser efetuada pelo site da empresa e o consumidor pode conseguir descontos de até 95% no valor da dívida. No ano passado, a ação favoreceu a negociação de mais de 1 milhão de pessoas.
Em Jaú, a Associação Comercial e Industrial, situada à Rua Amaral Gurgel, 321, sala 4, no Centro, promove no período de 10 de novembro a 10 de dezembro a campanha Acertando suas Contas. A iniciativa tem o intuito de limpar o nome de consumidores que estejam endividados, com condições especiais de pagamento.
Segundo levantamento feito pela associação a pedido do Comércio, em outubro de 2018 foi registrado o menor número de débitos, contabilizando 10.545, desde janeiro de 2012. O total devido, que já chegou a ultrapassar R$ 17 milhões em dezembro de 2013, agora caiu para R$ 8.826.698,61. Neste mês, foram incluídos 354 registros e excluídos 165, tornando outubro o segundo mês com maior índice de inclusão e exclusão, ficando atrás apenas de abril. 
De acordo com o presidente da Associação Comercial e Industrial, Ademar Borgo, a população tem deixado de fazer compras sem planejamento e está organizando melhor o orçamento e regularizando as contas. “Chega nesta época do ano, próximo ao Natal, e o pessoal quer comprar mais, diminui o número de dívidas. Muitos aproveitam essas campanhas para limpar o nome antes desses eventos”, ressalta.
O promotor comercial André Nicola Janousek, 26 anos, conta que está com nome restrito por conta de dívidas do cartão de crédito e que aproveitou campanha de renegociação para acertar o orçamento. “Fiz uma planilha para me organizar e estou pagando devagar. No ritmo em que estou, até o meio de 2019 eu pago tudo”, diz.

Números

De acordo com levantamento feito pela associação, 86% dos clientes inadimplentes possuem apenas um registro na lista de negativados, somando 7.636 consumidores até dia 6 de novembro deste ano. Clientes com dois a cinco registros totalizam 13,08%. Apenas 40 pessoas possuem mais de cinco dívidas.
Entre o total de ocorrências, o maior número está nos débitos antigos, que entraram nos últimos cinco anos. Ainda segundo dados da associação, as dívidas com maior número de registros figuram na faixa de até R$ 500, o que representa pouco mais da metade dos débitos totais até dia 6 de novembro (6.131 casos).

Galeria de imagens:(Clique para ampliar)

 COMENTÁRIOS