O ingresso para o jogo de abertura da Copa América deste ano, que acontecerá no Morumbi, em São Paulo, " />
...
PUBLICIDADE
FOLHAPRESS 11/01/2019

Ingresso para abertura da Copa América custará de R$ 190 a R$ 590

  

O ingresso para o jogo de abertura da Copa América deste ano, que acontecerá no Morumbi, em São Paulo, vai custar de R$ 190 a R$ 590. A competição será disputada de 14 de junho até 7 de julho em cinco cidades. Além da capital paulista, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Porto Alegre sediarão o torneio.

Ingressos para a final, que será disputada no Maracanã, custarão de R$ 260 a R$ 890. Os organizadores também venderão meia-entrada. A mais barata custará R$ 30. Na primeira fase, com exceção da abertura, ingressos custarão de R$ 60 a R$ 350.

Lote de 228 mil ingressos foi colocado à venda ontem. A venda nas bilheterias acontecerá somente 60 dias antes da abertura do evento. Além do Morumbi, a seleção brasileira jogará na primeira fase em Salvador, no dia 18 de junho, e na Arena Corinthians, no dia 22.

Os adversários da seleção serão definidos no dia 24 de janeiro, quando os organizadores farão o sorteio dos grupos. Além dos dez países do continente, Qatar e Japão também participarão do campeonato como convidados.

A última edição da Copa América realizada no Brasil foi em 1989, quando a equipe comandada por Sebastião Lazaroni venceu e acabou com um jejum de 40 anos sem erguer o troféu.

Tite

O presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo, prestigiou o técnico da seleção brasileira, Tite, ontem durante o lançamento da venda de ingressos da Copa América. O cartola afirmou que o treinador permanecerá no cargo mesmo que a seleção seja derrotada.

Em entrevistas recentes, o Tite disse saber que poderá perder o emprego caso o time nacional sucumba no torneio. "Disse ao Tite que se isso motivá-lo para a disputa da Copa América pode continuar pensando assim. Mas ele tem contrato até o Mundial do Qatar e vai continuar até lá", disse Caboclo, que assumirá a presidência em abril.

Tite renovou o contrato com a seleção brasileira logo após a derrota da seleção na Copa do Mundo da Rússia no ano passado. Desde então, a seleção fez seis amistosos e venceu todos.

Em março, o Brasil fará mais dois amistosos como parte da preparação para a Copa América. Dois meses depois, o treinador convocará os jogadores para a disputa do torneio. 

 COMENTÁRIOS