...
PUBLICIDADE
12/01/2019

José Thomaz Nabuco de Araújo Filho morre aos 60 anos

Nabuco escrevia poesia e prosa desde os 18 anos

  
O poeta jauense José Thomaz Nabuco de Araújo Filho Divulgação

O poeta jauense José Thomaz Nabuco de Araújo Filho morreu hoje (12) aos 60 anos. A morte ocorreu às 8h, decorrente de parada cardíaca. O velório é realizado no Luto Paulista e o sepultamento é hoje, às 16h. Ele era solteiro e não deixa descendentes. Era filho de Maria Nancy Lyra Almeida Prado e de José Thomaz Nabuco de Araújo (já falecido). 
Arquiteto, urbanista, artista plástico e membro da Academia Jahuense de Letras, Nabuco escrevia poesia e prosa desde os 18 anos, inspirado em versos de Carlos Drummond de Andrade, Vinicius de Moraes e Chico Buarque de Holanda. Em sua passagem por São Paulo, conheceu os trabalhos dos concretistas Augusto e Haroldo de Campos e Décio Pignatari. Estudou, frequentou a noite paulistana e nunca mais parou de escrever.
Publicou "Atravessando o Tempo" (1998), "Revelando" (2006), "Algumas Palavras" (2009), "Enquanto o Mudo Gira" (2013) e "Trilhos", seu último livro, publicado em 2016. Em 2004, recebeu menção honrosa no 14º Prêmio Moutonnée de Poesia, em Salto, com o poema "Minha História".
Sua última participação em evento público ocorreu em 17 de novembro de 2018, na programação do Festival Literário Independente, no Café Literário com autores jauenses. (José Renato de Almeida Prado)

 COMENTÁRIOS