...
PUBLICIDADE
Ana Karina Victor 24/03/2019

Jauense apresenta "O Livro de Jairo"

Mickaèu Amaral pretende fazer lançamento da obra no segundo semestre do ano

  
"O Livro de Jairo", de Mickaèu Amaral, está disponível na Amazon Divulgação

Mickaèu Amaral, 37 anos, é técnico em enfermagem. Por causa de sua profissão, as jornadas em hospitais são longas. Assim, não é à toa que a saúde está entre os assuntos abordados em seus livros e contos. 
Amaral é escritor e lançou “O Livro de Jairo” – a obra está disponível na Amazon (www.amazon.com), empresa americana de comércio eletrônico. A produção é uma história de ficção, cujo pano de fundo é a Revolta da Vacina, insurreição popular no Rio de Janeiro, no ano de 1904.
“A história já começa com o pai do protagonista, Diogo, em meio à multidão, protestando. Ele é preso e deportado ao Acre. Infelizmente, durante o trajeto, ele morre. Anos depois, Jairo, já adulto, travará um embate com as vacinas, mas será devido a uma ideologia religiosa”, explica o escritor, que também é graduando em letras. 
Amaral pretende fazer o lançamento do livro em Jaú. A data não poderia ser outra. “Pensei entre agosto e outubro, que é próxima do Dia Nacional da Vacinação”, afirma.

Próximos passos

Mickaèu Amaral, que é maqueiro no Hospital Amaral Carvalho, já pensa nos próximos planos literários. Ele, que começou a escrever suas primeiras histórias aos 30 anos, tem três livros e oito contos, muitos deles com a saúde dando sustentação à história.
“Eu vivo há quase dez anos em ambiente hospitalar. Por essa razão, no que tange à escrita, levo uma pequena vantagem, contrastando com outros escritores que não transitam por ambientes hospitalares. Ao descrever cenas ambientadas em um hospital, não tenho dificuldade alguma com a verossimilhança.”
Ele participa do Prêmio Literário UCCLA - Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa, de Portugal. A premiação reúne, na edição deste ano, 779 candidaturas vindas de mais de 20 países espalhados pelo mundo.
Sobre o concurso, o jauense diz que o livro inscrito ainda não foi publicado, é inédito – exigência da seleção. “Como o concurso ainda está tramitando, não posso citar seu título. Porém, posso adiantar que se trata de uma mistura do ‘realismo’ com o ‘fantástico’, e tem uma mulher como protagonista.”

 COMENTÁRIOS