...
PUBLICIDADE

Palavras contemporâneas inspiram o FikaConversas

10/07/2018
Ampliar
A empreendedora e administradora Tipiti Simonsen Barros sempre gostou de pesquisar as novas palavras e entender seus significados. Num insight, percebeu em rodas de conversa com amigos e família que muita gente desconhecia o significado de termos atuais. Elas se sentiam desatualizadas, como se o tempo corresse rápido demais, impossível de acompanhar.
Tipiti juntou sua constatação com seu gosto por jogos e por entreter pessoas e transformou num negócio: o FikaConversas. Um curso de Design Thinking, um workshop de Criatividade Quântica e uma imersão em Art of Hosting ampliaram a base para a criação do projeto.
O FikaConversas tem como proposta resgatar as boas conversas e a troca de ideias. Para isso, instiga a curiosidade por palavras contemporâneas para promover diálogos mais harmônicos. O nome vem do termo sueco Fika, que significada a pausa para o café, momento para trocar ideias e resgatar o convívio.
“Quando paramos para conversar, percebemos que há muitos entendimentos e percepções sobre um mesmo tema. Uma boa conversa estimula a troca de experiências, ideias e soluções, o desenvolvimento da criatividade, além de proporcionar um ambiente que valoriza o coletivo, ou seja, a colaboração entre grupos e equipes”, explica Tipiti Barros.
 Para incentivar as conversas, assim como fazer a ponte entre diferentes gerações e visões de mundo, o Fikaconversas oferece rodas de conversa embaladas por uma Caixeta de Palavras. “São palavras atuais que através de seus significados contextualizam o Zeitgeist, espírito do tempo”, complementa Tipiti.
 As rodas de conversa duram meia hora e são conduzidas por um anfitrião, que se certifica de que todos têm seu espaço para falar, enquanto os demais devem ouvir.  Os temas são escolhidos da Caixeta de Conversas e podem ser tão variados quanto inteligência artificial, biotecnologia, transumanismo, empoderamento feminino ou reprodução assistida.
O projeto FIkaConversas é uma ferramenta lúdica para incentivar a convivência, estimular a escuta, e o não julgamento prévio, abrir a mente para opiniões diferentes, provocar o empoderamento pessoal e, principalmente, humanizar ambientes, sejam corporativos ou pessoais.


Tipiti Simonsen Barros faz sucesso com seu novo desafio e seus significados. A bela empreendedora e administradora deverá estar na cidade em breve (foto)